Imagens, trechos de filmes, músicas, citações, referencias, entre outros itens que poderão ser utilizadas neste site, são marcas registradas dos seus respectivos proprietários. © 2017 - deborahstroebel - 2018

  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
"Se inscreva nas nossas redes sociais e fique por dentro das novidades!"

Déborah Stroebel CRP: 98038

E-mail: deborahstt@yahoo.com.br

Telefone e WhatsApp: (011) 9-8422-4655

Clínica em: Alphaville/SP (Centro Comercial)

Entre em contato! Agende sua consulta!

#benchleader #deborahstroebel

January 27, 2018

October 4, 2017

Please reload

Artigos Recentes

Ser Psicóloga é...

January 27, 2018

1/9
Please reload

Artigos em Destaque

Psicoterapia, terapia, coaching e liderança: "O que um tem a ver com o outro?"

August 28, 2017

 

Tem tudo e nada a ver ao mesmo tempo!

- Mas, como assim Deborah?

- Eu vou explicar!

 

Terapia

A primeira coisa que vale deixar claro é que, "terapia" pode ser qualquer processo que nos leva à um bem estar: físico, psicológico, espiritual. Existem inúmeras atividades que nos causam bem estar: meditação, yoga, caminhada, conselhos, boas conversas entre amigos, e por ai vai, a lista pode ser muito longa. 

 

O mais importante, é fazer algo que nos faça bem, e que nos ajude a por em prática a melhor versão de nós mesmos! 

 

Cada um tem um estilo, gosto e interesse, e o mais importante é "fazer alguma coisa",

O que você faz, é só um detalhe!

 

Psicoterapia

A psicoterapia por sua vez, de modo bem simplista, é realizada por profissionais especializados neste processo: psicólogos, psiquiatras e psicopedagogos. É um processo assim como a terapia, que nos leva à um bem estar, mas é conduzido por profissionais sob a luz da psicologia.

 

Alguns chamam este processo de "Terapia" e outros de "Psicoterapia", mas o nome mesmo é o que menos importa, o que importa é o que este processo pode fazer: promover o autoconhecimento, encontros consigo mesmo, reflexões profundas, decisões, transformações, crescimento e evolução.

 

Terapia dói, ah como dói! Não é fácil olhar e ter que lidar com algumas questões, e essa é sem dúvida a parte mais difícil do processo, não a parte que a gente não sabe o que procura, mas a parte que encontramos, porque, naturalmente a pergunta da sequência costuma ser sempre a mesma: "E agora? O que eu faço com isso? O que eu quero ser? Que pessoa me tornei? 

 

O tempo nesse processo é muito relativo e individual, afinal, somos tão diferentes, e eu não preciso dizer isso! Cada um no seu tempo, no seu ritmo, e tem mais, a vida não é feita de um coisa só, de um sentimento só, de uma experiência só, a vida é feita de vários encontros e desencontros. As vezes procuramos a psicoterapia por um motivo claro, mas, quando menos se espera (bum!), estamos olhando para tantas outras coisas, olhando para a nossa vida!

 

Coaching

O processo de coaching pode ser terapêutico, e eu tenho certeza que é! Ele causa bem estar! Uma das principais diferenças do processo de coaching e do processo de psicoterapia, é que, o processo de coaching não é profundo como a psicoterapia. O coaching tem como objetivo o atingimento de metas, sejam elas profissionais ou pessoais, e, nesse processo não focamos, necessariamente no passado, na historia de vida, nos traumas, o foco está no que esperamos do futuro, das mudanças desejadas, das questões atuais, o foco está no que devemos fazer nesse "presente", no hoje, no que acontece "no nosso aqui e agora". Geralmente o processo de coaching tem data de inicio, meio e fim, completamente diferente do processo de psicoterapia.

 

BenchLeader

- Então vai lá Déborah, responde ai: "O que a BenchLeader tem haver com tudo isso?"

- Eu repondo: "Nada e tudo ao mesmo tempo!"

 

Nada, porque cada processo é um processo: "Coaching é Coaching", "Psicoterapia é Psicoterapia" e "BenchLeader é BenchLeader". Mas, existe algo em comum entre eles, a busca por algo que te  faça bem, que seja terapêutico, que permita com que você se conheça, que melhore e que faça você exercer a sua melhor versão, ou seja: VOCÊ!

 

A BenchLeader nasceu de uma paixão, de um aprendizado, de uma escolha, de uma inquietação, ah, de tantas coisas!

 

O principal objetivo é da BenchLeader é falar de "liderança", seja essa liderança na perspectiva INDIVIDUAL a de "liderar a sua própria vida" ou na perspectiva ORGANIZACIONAL, de uma aspiração - "ser um futuro líder em uma organização" (ou) do seu "próprio negócio". 

 

Nosso objetivo é trazer a tona a ESSÊNCIA individual de cada um, mostrar que existe algo dentro de nós tão único que precisa ser considerado! Mostrar que temos nosso valor e valores! Que não estamos nesse mundo por acaso, que não vamos passar por essa vida só deixando histórias, e sim, LEGADOS!

 

A parte comum é que o processo BenchLeader também pode ser terapêutico, pode provocar mudanças e eu espero que você possa refletir sobre sua vida, sua missão e seu legado!

 

Os três assuntos se encontram por aqui, simplesmente, porque representam quem eu sou: psicologa, coach, líder (BenchLeader), só alguém apaixonada pelo que faz, e, com muita, muita vontade de contribuir com a vida de alguém!

 

A gente se vê por ai!

Déborah Stroebel

 

Quer saber mais? Confira meu outro texto sobre o assunto! "O que é BenchLeader?"

 

Inspirado por:

http://www.holos.org.br/a-diferenca-entre-coaching-e-processo-terapeutico/

 

 

 

Please reload

Please reload

Tags por assunto